Primeiro exame médico em Québec

Como eu havia contado no post anterior o médico me pediu uma série de radiografias de minha coluna vertebral e me disse para ir à Clinique St-Louis. Isso aconteceu na terça-feira. Na quarta foi a primeira neve do ano e eu fiquei com muita preguiça de esperar o ônibus 25 (que passa a cada 30mn) e resolvi ficar em casa fazendo brownies.

***

Hoje, quinta-feira, acordei decidida a ir fazer o raio-x por volta das 11h muito embora a preguiça continuasse firme e forte. Às 10h30 meu telefone toca. Acreditem se quiser mas era o médico que me atendeu perguntando se eu não havia ido fazer o exame porque ele não tinha meu resultado. Eu caí da cadeira. Nunca, seja pela rede pública ou privada, eu recebi o telefonema de um médico porque eu não fiz o exame pedido apenas 24 horas depois.

Claro que morri de vergonha de não ter ainda providenciado o exame e corri para a clínica. Cheguei lá às 11h30 em ponto. Me dirigi à recepcionista a quem dei minha carteirinha da assurance maladie e a requisição. Às 11h33 eu estava na sala de espera. E... exatos DOIS MINUTOS depois me chamaram para fazer o exame.

Me surpreendi pela quantidade de radiografias demandada. Umas oito, pelo menos. Após realizá-las me pediram para esperar um pouco para ver se estavam boas. Como me movi tive que refazer duas delas e fui liberada. Exatamente às 11h50 eu estava saindo da clinica.

E foi assim a minha primeira experiência médica no Canadá. Uma consulta rápida e completa, um telefonema do próprio médico fazendo o acompanhamento e a realização de um exame de raio-x imediatamente.

Sei que muitos tiveram problemas com o sistema de saúde canadense. Sei que essa foi apenas a minha primeira experiência. Sei também que não foi nada grave. Mas, eu não tenho nada, absolutamente nada, do que reclamar. Estou encantada.

Update: 4 horas e meia depois de fazer a radiografia o telefone toca. Era o médico dizendo que recebeu os resultados. Explicou detalhadamente que meus ossos estavam todos no lugar e concluiu que meu problema é muscular (o que eu achava mesmo) e, portanto, o remédio prescrito deve resolver o problema. Continuo maravilhada com o atendimento que recebi.

***

Apesar de minha experiência positiva sei que o sistema de saúde daqui tem problemas. Já li vários relatos negativos, já vi matérias negativas na tv ou no jornal. Então aconselho a quem está lendo esse blog para obter informações sobre a qualidade do sistema de saúde daqui que continue pesquisando. Leia vários relatos, matérias e estudos. E forme sua opinião.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

3 Response to "Primeiro exame médico em Québec"

  1. Sara says:
    25 de novembro de 2011 03:54

    Muito bom saber!
    Sou da área da saúde,mas sou dentista.
    Não sei como são os atendimentos no QUÉBEC.Tu sabe me dizer?
    Só vi relatos sobre dentistas imigrando parao lá,mas n obtive informações da qualidade do serviço.
    abração!

  2. Anônimo Says:
    30 de novembro de 2011 07:13

    Olá,Manuela, tb sou do Nordeste, Fortaleza... Bom, sou da área de direito, ainda me formando. Como funciona para trabalharmos nessa área, tem algum curso específico, etc?


    tiago.gomes85@hotmail.com

  3. Anônimo Says:
    30 de novembro de 2011 07:20

    Outra coisa, no processo de seleção vc foi como "graduada em direito"? Caso não conseguimos muita coisa na nossa área, é fácil arrumar logo um emprego?

    tiago.gomes85@hotmail.com