Emprego público: um caminho a se pensar.

Essa semana tive meu rendez-vous com a conselheira do MICC e achei o encontro bem positivo. Sai de lá realmente bem animada.

Não me lembro se já comentei aqui, mas sou advogada. Ou seja, minha profissão é A mais dificil de exercer aqui no Québec. Para advogar o caminho é árduo (mas não impossível) então eu tinha pensado em procurar um emprego como técnica jurídica que no final das contas faz mais ou menos o que um estagiário faz no Brasil, ou seja, auxiliar o advogado, atender cliente, fazer peças que serão assinadas pelo advogado encarregado, etc. A diferença é que se ganha melhor, bem melhor. Enfim, fui para o encontro para saber se essa era realmente uma opção viável.

Bem, ela iniciou por me aconselhar a tentar um emprego público. Quando escutamos isso já nos vem a mente os concursos brasileiros, seus milhões de candidatos, provas dificilimas e vários anos de tentativa, etc. Nunca havia me ocorrido tentar isso. E, depois, nunca me passou pela cabeça que eu pudesse fazer um concurso sem antes ter o diploma canadense em direito.

Mas, segundo ela, o diploma em direito do Brasil, apesar de não valer para o exercício da advocacia é válido para fazer concurso que tenha como pré-requisito um diploma em direito. Além disso, tem outros concursos que não requerem o diploma em direito, mas sim nível de segundo grau ou de college. E o melhor é que concurso público aqui não se parece em nada com os brasileiros. A minha conselheira disse que todos os estrangeiros a quem ela indicou esse caminho conseguiu o emprego. Ela me indicou o link dos exemplos das provas e, se for aquilo mesmo, mais parece exame psicotécnico do que um concurso público.

Enfim, esse agora é meu objetivo. Nunca pensei que um dia iria estar optando por uma carreira no setor público já que no Brasil eu gostava bastante de advogar. Mas, como eu disse antes, a vida é uma caixinha de surpresas.

Só para complementar, ela também disse que eu poderia sim tentar entrar em um escritório de advocacia como técnica jurídica de acordo com as características de alguns empregos que tem no site do emploi quebec e, por fim, ainda disse que meu francês está ótimo e sem sotaque (ui! sinceramente, só se meu sotaque em francês sempre foi quebecois e eu não sabia, porque eu sei que eu tenho sotaque - comparando com o francês da França). Ah, fui emcaminhada para o SOIIT onde devo preparar meu c.v., carta de apresentação, treinar para entrevista, etc.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

4 Response to "Emprego público: um caminho a se pensar."

  1. Anônimo Says:
    3 de junho de 2010 10:36

    Oi Manu, legal gostei do post.
    Ainda to no Brasil e sou formado em economia. To com a mesma preocupação de exercer a profissão aí. Talvez a área publica seria uma opção.
    Parabéns pelo blog e sempre acompanho quando posso.

    Samuel.

  2. Patinha. says:
    3 de junho de 2010 22:03

    Que noticia boa! então as portas estão se abrindo,fico feliz,estarei na torcida!
    Bj.

  3. Magarteira says:
    4 de junho de 2010 07:45

    Manu, adorei saber que as coisas estão caminhando bem viu?

    Boa sorte seja qual caminho vc escolher.

    bjks da Maga

  4. Boechat says:
    2 de agosto de 2010 15:32

    Ei, tudo bem? Vi seu post e achei interessante, pois sou advogado e estou com processo para ir para Monstréal... no caso da validade do diploma de Direito brasileiro, ele não precisa passar antes por um processo de reconhecimento ai no Canada? Obrigado.