Escolhendo a companhia aérea



Visto recebido, minha primeira providência foi escolher a companhia aérea que me levará às terras geladas. E, depois de muita pesquisa e ponderações, a escolhida foi a American Airlines. Os motivos foram os seguintes:

Preço: A American Airlines permite a compra de milhas através de seu site. Na baixa estação, um bilhete de ida para o Canadá "custa" apenas 20.000 milhas que podem ser adquiridas pela bagatela de U$ 500,00. Claro que tem mais umas taxinhas, mas o total a passagem sai por menos de U$ 650,00. Ah, durante o mês de fevereiro de 2010, ao adquirir 20.000 milhas ainda ganha um bônus de 4.000 milhas que podem ser usadas para a compra de uma eventual passagem de volta. O preço fica ainda mais atrativo quando se considera que a concorrência oferece passagens pelo valor de U$ 1.100,00 (united, bilhete de ida e volta com validade de apenas 3 meses) ou mais - considerando o trecho Recife-Montreal ou Recife-Quebec.

Duração da viagem: Estou em João Pessoa. O vôo das outras companhias aéreas partem do sudeste, principalmente, de São Paulo. O da Air Canadá, por exemplo, sai de São Paulo às 20h10 e como é necessário chegar com algumas horas de antecedência eu teria que pegar o vôo que sai de João Pessoa às 5 horas da manhã e passar quase 12 horas esperando o vôo da Air Canada em Guarulhos. Depois ainda teria que pegar o vôo Toronto-Québec, chegando ao destino aproximadamente às 12h do dia seguinte. 

Pela American Airlines eu saio de Recife às 11h30 da manhã e chego em Montreal pouco antes da meia-noite, fazendo uma rápida escala em Miami. Claro que ainda teria que fazer o trecho João Pessoa-Recife e Montréal-Québec. Mas, eu posso ir a Recife no dia anterior e aproveitar para torrar uma diária do bancobrás de minha mãe no excelente Atlante Plaza, tomar um café da manhã maravilhoso e ir para o aeroporto totalmente descansada. Ao chegar em Montréal eu pretendo passar a noite em algum dos hoteis próximo ao aeroporto (usando o serviço de free shuttle) e no dia seguinte alugar um carro e me aventurar pelas estradas canadenses, até chegar a Québec. Nada que o GPS e um pouco de coragem não resolvam.

Pode parecer mais cansativo ter que pegar estrada, mas no final das contas seria o mesmo tempo total, com a vantagem de não acordar de madrugada nenhuma vez e ainda ter a comodidade de usar um carro no primeiro dia em Québec.

Pets: Eu não sou casada nem tenho filhos, mas não irei sozinha ao Canadá. Merlim & Lancelote, dois poodles, o primeiro candango e o segundo paraibano da gema, irão brincar na neve tão logo eu consiga alugar um apartamento definitivo. E, para eles o caminho mais curto até o grande norte é esse vôo da American. E ai estou considerando o tempo total de vôo que eles ficarão sem supervisão de um membro de minha família. Na Air Canadá seriam 30 horas, na American Airlines seriam 13 horas. Tem o que pensar? Bem, tem. Sempre tive boas referências do atendimento aos pets dado pela Air Canada, mas pouca coisa sei sobre a American Airlines. Então viajar por essa companhia é uma maneira de fazer um test drive. Ver como é o atendimento da empresa com humanos, pode indicar o tratamento que será dado aos peludos. E esse foi o ponto que mais pesou na minha escolha .

Outras vantagens: a American Airlines permite que se faça um stop em Miami sem custo adicional (o que eu não vou usar). E, caso seja necessário, a data da viagem também pode ser alterada sem qualquer custo.

........

Assim, decisão tomada, passagens emitidas, embarco para Montreal no dia 8 de maio em um vôo com origem no Recife, e conexão em Miami, nos USA. No dia 9 de maio após uma curta viagem de carro, com a imprescindível ajuda do GPS, devo chegar em Québec para começar uma nova vida.

Para saber como adquirir as milhas da American Airlines indico o blog Canadá arretado de bom.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

1 Response to "Escolhendo a companhia aérea"

  1. Patitando says:
    27 de fevereiro de 2010 12:09

    Oi Manuela, nunca tinha pensado sob essa perspectiva. Nós também vamos levar nossa cachorrinha e sempre pensei na Air Canada por conta da questão das escalas, mas como estamos em Brasília também faríamos parada em SP e Toronto. VOu dar uma pesquisada melhor na AA me ver se eles têm vôos direto de Bsb. Você já tinha o visto de turismo dos EUA ou tirou o de trânsito? Foi tranquilo?

    Abraço,
    Pati